sábado, 2 de abril de 2016

Curso: Mobilização, Redes e Cidadania

Vamos nos atualizar? Segue indicação de mais um curso. A pedido da Raquel da Rede Mobilizadores, estamos divulgando o curso Mobilização, Rede e Cidadania que tem como objetivo transformar na prática uma ideia em ação.

Período de inscrição de 14/03 à 04/04/2016. O curso tem duração de 45 dias distribuído em 07 módulos,  é gratuito, online e aberto ao público em geral.

Fonte da imagem: www.mobilizadores.org.br

Para maiores informações e inscrições acessem o site: http://www.mobilizadores.org.br/

sábado, 26 de março de 2016

Formação continuada: especialização em educação e tecnologias pela UFSCar

Fonte da imagem: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=971865852910217&set=a.311566622273480.67260.100002604340028&type=3&theater

Segue sugestão de formação continuada na área educacional com habilitação em:
  • Mídias na Educação
  • Produção e Uso de Tecnologias para Educação
  • Gestão da Educação a Distância
  • Docência Virtual
  • Design Instrucional (Projeto e Desenho Pedagógico)
O curso tem uma proposta diferenciada e conta com a representação de profissionais com respeitável experiência na área.

Para mais informações, basta acessar a página do curso:

quarta-feira, 23 de março de 2016

SIED - EnPED: Formação, Tecnologias e Cultura Digital

Fonte da imagem: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=969044786525657&set=a.311566622273480.67260.100002604340028&type=3&theater

Se você é o tipo de pessoa que não dispensa um evento cuja temática perpasse por assuntos como, Educação a Distância, cultura digital, inovação educacional, entre outros, então reserve um tempo em sua agenda. Entre os dias 08 e 27/09 a UFSCar sediará o SIED:EnPED - Simpósio Internacional de Educação a Distância e Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância.

Confira no site do evento os detalhes sobre a programação, inscrições, submissão de trabalhos e outros. Haverá momentos virtuais e presenciais!


terça-feira, 22 de março de 2016

Leitura de imagens com o apoio da multimídia

Fonte da imagem: print da divulgação feita na página https://www.facebook.com/Plataforma-do-Letramento-185517581624389/?fref=ts

Você é do tipo que gosta de utilizar imagens como meio de expressão, comunicação e, consequentemente, para fins educativos? Quer conhecer uma pouco sobre a leitura de imagens utilizadas nos livros, no jornalismo, nas páginas da internet, na publicidade e até nos famosos memes? Caso a resposta seja positiva, fica a dica da página multimídia criada pela Plataforma do Letramento com a assessoria da professora Lucia Santaella, doutora em comunicação e semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Vamos lá, explorar o que está além do sentido literal e o nosso repertório cognitivo a fim de ampliar nossas interpretações metafóricas? É possível que este exercício de aprimoramento da interpretação nos ajude a investir também na criação de novas imagens por parte de professores e alunos. Será possível?!


sexta-feira, 18 de março de 2016

Curso online e gratuito de Libras, oferecido pela USP

Fonte da imagem: http://eaulas.usp.br/portal/VMSResources/videos/images/1424700916461.jpg

É sabido que a Língua Brasileira de Sinais (Libras), é reconhecida pela Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 como "... forma de comunicação e expressão, em que o sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil.". Portanto, temos duas línguas oficiais:
  1. Língua portuguesa (primeira para os não surdos e segunda para os surdos).
  2. Libras (primeira para os surdos e segunda para os não surdos).
Quantos de nós sabemos comunicar em Libras? Quantos gostariam? Será que ela é tão ou mais utilizada quanto outros idiomas como inglês, espanhol? Ah, como seria bacana se a Libras fosse ensinada/aprendida em todas as escolas desde cedo...

Bem, talvez possamos tornar este sonho realidade um dia. Para tanto, é preciso conhecer a Libras. Então, fica a dica do curso online e gratuito, oferecido pela USP. Todo o material do curso está disponível para acesso, sem necessidade de cadastro. Não há certificação, mas para quem está em busca do aprendizado é uma boa opção: http://disciplinas.stoa.usp.br/course/view.php?id=5603&section=0.

Bons estudos!

terça-feira, 15 de março de 2016

Ebook gratuito sobre Educação Inclusiva

Fonte da imagem: http://www.pipacomunica.com.br/livrariadapipa/wp-content/uploads/2016/02/pesquisas-educacao-inclusiva.jpg

Como fazer da escola um espaço de inclusão? Quem pode e deve contribuir para isso? Por que é necessário?

Para pensar sobre estas e outras questões acerca da educação inclusiva, fica a dica do livro online e gratuito "Pesquisas em educação inclusiva: questões teóricas e metodológicas", disponível no site da Livraria da Pipa Comunicação. A obra está em sua primeira edição, publicada este ano, e é de autoria de José Ribamar Lopes Batista Júnior. São cinco capítulos assim intitulados:
  1. Questões teóricas
  2. Educação inclusiva e atendimento educacional especializado
  3. Questões metodológicas
  4. Inclusão da pessoa surda na escola regular
  5. Atendimento educacional especializado
O download do arquivo está disponível em diferentes formatos. Acesse e confira!

terça-feira, 8 de março de 2016

Congresso Brasileiro de Informática da Educação (CBIE) 2016

Fonte da imagem: http://www.cbie2016.facom.ufu.br/pt/

A cidade de Uberlândia irá prestigiar um evento de grande relevância, o CBIE 2016, Congresso Brasileiro de Informática da Educação. Este é anual, de nível Internacional. Acontecerá nos dias 24 a 27 de outubro no Center Convention e contará com palestras ilustres como o Dr. Kinshuk, Associado da Faculdade de Ciência e Tecnologia, e Professor Titular da Faculdade de Computação e Sistemas de Informação da Universidade de Athabasca, no Canadá; Dra. Rosa Maria Vicari, possui doutorado em Engenharia Eletrotécnica e Computadores pela Universidade de Coimbra (1990), coordena uma Cátedra na UNESCO em TICs e é professora titular do Instituto de Informática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, dentre outros palestrantes. O evento ainda irá oferecer diversos Workshops de informática na escola. 

Vale a pena conferir!
Saiba mais: http://www.cbie2016.facom.ufu.br/pt/

segunda-feira, 7 de março de 2016

Kiddle: busca "comportada" para crianças

Fonte da imagem: print da tela inicial do site Kiddle

De acordo com as notícias que estão rolando na rede, o Kiddle é como se fosse a "versão mirim" do Google. Um site de busca que promete adequar os resultados das pesquisas ao que é "apropriado" para o universo infantil.

Mas será mesmo que todos os termos restritos na busca são, de fato, "impróprios"? Fica o convite para autores e atores dos processos de ensino-aprendizagem pensarem sobre a in/adequação das aspas.

Para conhecer é só acessar: http://www.kiddle.co/

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Museu virtual das heroínas sem estátua: iniciativa em favor das mulheres e da construção e divulgação do conhecimento

Fonte da imagem: http://www.ebc.com.br/educacao/2015/09/heroinas-sem-estatua

Para quem busca referências do que podemos fazer com o potencial colaborativo e criativo das TDICs, aí vai mais um exemplo para somar aos que já foram mencionados neste blog: "Museu virtual das heroínas sem estátua: espaço para lembrar de grandes mulheres que contribuíram para uma sociedade mais justa e igualitária" - http://heroinassemestatua.blogspot.com.br/. A página é fruto da parceria entre a professora Maria Del Pilar Tobar Acosta, e seus alunos de escola pública do ensino médio no DF.

De acordo com a experiência relatada pelo Centro de Referências em Educação Integral, intitulada "Estudantes criam museu virtual com história de mulheres notáveis" (http://educacaointegral.org.br/experiencias/estudantes-criam-museu-virtual-historia-de-mulheres-notaveis/), percebe-se que o trabalho é fruto da parceria entre professora e alunos que culminou em um processo de ação-reflexão-ação diante da desigualdade de gênero que permeia a história do currículo escolar brasileiro.

A integração das TDICs no projeto aparece como mais um (e não o único) dos aspectos que favoreceram os momentos de pesquisa, produção e divulgação do trabalho.

E o oscar vai para.... Todos/as aqueles que aliam conhecimentos teórico-práticos em prol de processos educativos inovadores. Estes que, dentre outras características, nos liberta de algumas cavernas históricas, inclusive aquelas que levam a pensar que a mulher não ocupa lugar privilegiado em nossa história. Que conteúdo de Língua Portuguesa não faz sentido assim?!

Seminário Internacional Educação a Distância: Inovações à Educação Superior por meio das tecnologias educacionais na Cultura Digital

Fonte da imagem: http://www.unicamp.br/unicamp/eventos/2016/02/19/seminario-internacional-de-educacao-distancia

A fim de participar de um evento cujo foco está nos processos inovadores de ensino-aprendizagem apoiados pelas TDICs, na educação superior? Caso a resposta seja sim, fica a dica do "Seminário Internacional Educação a Distância: Inovações à Educação Superior por meio das tecnologias educacionais na Cultura Digital", que ocorrerá nos próximos dias 17 e 18 de março na Unicamp.

Para mais detalhes sobre o evento e inscrições, segue o link: