quarta-feira, 30 de julho de 2014

Brainly - Rede social de estudos


Uma navegante que passou pelo nosso blog aproveitou a oportunidade para nos  fazer o favor de apresentar-nos o Brainly. Conhecem?

Em tempos de ascensão de redes sociais passam a ser comuns as iniciativas que aproveitam o potencial das TDICs a favor dos processos de ensino-aprendizagem, por parte de professores e alunos. Para quem não acredita na capacidade que a faixa etária jovem pode ter para aprender de maneiras não tradicionais, precisa dar uma passeada por este site.

Aqui os usuários, fisicamente distantes, têm o objetivo geral de socializar dúvidas em relação a alguns conteúdos e, consequentemente, ajudar uns aos outros. Dessa forma, a dinâmica de uso da rede não tem um tratamento sistemático, do ponto de vista didático-pedagógico, mas pode contribuir com fatores, como autonomia, colaboração, pesquisa, comunicação, dentre outros.

Com relação às ajudas oferecidas há uma ranking que vai do título de principiante a gênio, e atribuição de pontos de acordo com o nível e a quantidade de respostas. Pelo pouco tempo que naveguei pela rede para conhecê-la, vi que ela é sempre "movimentada" e as interações não demoram muito para ocorrer.

É um exemplo que nos faz refletir sob diferentes perspectivas... Isso já é bom! 

Enquanto profissionais da educação, pensemos: o que poderíamos explorar deste recurso e até propor como melhora? Qual é o perfil dos nossos alunos e, em função disso, qual deve ser o nosso? Como pensar a EaD como modalidade que tem sido, cada vez mais, ESCOLHIDA por uma quantidade expressiva de pessoas? Que tipo de usuários desses recursos devemos ajudar a formar e como fazer isso?

Conheçam o Brainly e reflitam sobre isso. Afinal este é só mais dentre vários outros que já existem e continuam a ser rapidamente desenvolvidos.


Hand Talk - Tradutor para Libras


De acordo com a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) é "...  a forma de comunicação e expressão, em que o sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constituem um sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil.". (BRASIL, 2002).

Apesar do seu reconhecimento legal e de ser uma das línguas mais faladas, as iniciativas voltadas para o seu aprendizado e uso não é tão evidente nos contextos onde há pouca presença de pessoas com deficiência auditiva.

A comunicação é um direito de todos e equivale, dentre outros aspectos, a um processo de compreensão mútuo e bidirecional. Tomar conhecimento das estratégias que favorecem esse processo é uma maneira de contribuir com uma sociedade realmente inclusiva. E fazer uso das modernidades tecnológicas a favor disso contribui com o ideal de sermos usuários e não consumidores desses recursos.

Diante disso, para quem se interessa em se familiarizar com a Libras, bem como fazer uso dela, a dica é o software Hand Talk, "Eleito o melhor aplicativo social do mundo pela ONU, o app Hand Talk traduz conteúdos para a Libras, Língua Brasileira de Sinais, que facilita a comunicação entre surdos e ouvintes.". (GOOGLE PLAY, 2014). É um aplicativo de fácil uso que permite a tradução via voz ou texto. 

Para quem se interessa, segue o link para download do aplicativo:

Programa Aprender em Rede


Para maiores informações e inscrições acessem o blog do programa:
http://blogaprenderemrede.wordpress.com/



terça-feira, 29 de julho de 2014

"Educação do futuro terá banda larga gratuita e drones"

De acordo com a matéria, de Schuler (2014) publicada na página do Terra Educação, o uso pedagógico das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs - prefiro chamar assim ao invés de TICs ou NTICs) pode favorecer um futuro promissor para os processos de ensino aprendizagem.

Inovação é um termo em destaque na matéria. A palavra, apesar de parecer moda nos dias atuais, sempre foi (ou deveria ser) condição sine qua non na educação, conforme é possível perceber ao retomarmos algumas literaturas da área. Penso que é importante ressaltar que a inovação está nos processos e nas relações, enquanto que os recursos podem apoiar ou não, dependendo da condução humana.

Outro aspecto relevante na discussão é a questão do aluno enquanto centro das atenções. Acho que muitos retrocessos na história da educação se devem ao fato das polarizações. Para mim, professor e aluno são autores e atores do processo.

Também me inquieta o uso do artigo O para mencionar A EaD. No contexto educacional esses detalhes, apesar de parecerem simples, permeia a concepção pedagógica que se tem e, possivelmente, as práticas adotadas em relação aos processos de ensino-aprendizagem. Nesse sentido, acredito que falar de A Educação a Distância (e não O Ensino a Distância), é, para mim uma forma de concebê-la como modalidade que não privilegia só o ensino (professor), mas um processo chamado educação e que requer vários outros fatores que não só o ensino.

Confiram a matéria na íntegra: 
http://noticias.terra.com.br/educacao/educacao-do-futuro-tera-banda-larga-gratuita-e-drones,e8d99d1dbea67410VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html

19º Seminário de Educação, Tecnologia e Sociedade: Inovando na Educação


Promovido pelo Núcleo de Educação On-line das Faculdades Integradas de Taquara (FACCAT), esse seminário tem o objetivo de "... ser um espaço aberto e colaborativo de atualização e construção de conhecimento. Busca-se assim, reunir pesquisadores e profissionais para apresentações e discussões de práticas pedagógicas inovadoras, tendo como suporte as novas tecnologias de informação e comunicação (TIC).". (FACCAT, 2014).

O prazo final para envio de trabalhos é 19/10 e as atividades estão programadas para ocorrerem entre 21 a 31/10.

O evento contará com a participação de profissionais da área e ocorrerá totalmente a distância, através do AVA Eduline.

Além de discutir as perspectivas e tendências tecnológicas na educação, analisar-se-á a aplicabilidade dos AVAs nos processos de ensino-aprendizagem.

Uma boa oportunidade para compartilhar experiências e ampliar conhecimentos!

Maiores informações e inscrições pelo site: http://ead.faccat.br/seminario/


Curso para professores de Pernambuco e Minas Gerais

Atenção professores dos estados de Pernambuco e Minas Gerais. A Fundação Telefônica Vivo, juntamente com os parceiros Fundação Victor Civita, Associação Telecentro de Negócios e a UERGS está oferecendo 400 vagas de cursos on-line, sendo 200 para cada estado para professores do Ensino Fundamental de escolas no campo. A iniciativa tem como objetivo explorar o potencial das novas tecnologias nessas escolas.

As inscrições vão até 08/08.

Maiores informações sobre os cursos estão disponíveis nos links abaixo:
Se você conhece algum professor que atende aos requisitos, por favor, divulguem.

As inscrições serão feitas pelo link disponível no site da Fundação. É necessário que você escolha qual o curso que deseja fazer. A inscrição é válida somente para um dos cursos

Fonte: Todos Pela Educação. (página oficial no Facebook)



Sites que disponibilizam videoaulas gratuitas em português

Em uma pesquisa pela rede, encontrei uma publicação do G1 Educação na qual foram listados dez sites que disponibilizam videoaulas voltadas para diferentes temas e faixas etárias. Aos interessados nesse tipo de recurso, segue o link para navegação nos referidos sites:

http://g1.globo.com/educacao/noticia/2013/05/veja-10-sites-que-oferecem-aulas-gratuitas-em-video-e-em-portugues.html


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Sobre a morte e o morrer - Rubem Alves

Muitos amantes da boa leitura sobre educação tiveram uma grande perda na última semana. Rubem Alves (1933-2014) encerrou sua passagem pelo nosso mundo físico, deixando um legado de produções e ideias admirado por diversas pessoas. Enquanto parte desse grupo, nós autoras do TecNeduc, manifestamos nossa sensibilização e homenagem a esse EDUCADOR. Seus textos continuarão a abrilhantar o nosso processo de ensino-aprendizagem!!!

Para refletir, eis uma de produções na qual ele fala "Sobre a morte e o morre": http://www.releituras.com/rubemalves_menu.asp

Fonte do link: Portal Releituras


terça-feira, 22 de julho de 2014

Grandes Diálogos Nova Escola

Anotem aí na agenda, dia 25 de julho, às 16h, a coordenadora pedagógica de revista NOVA ESCOLA, Regina Scarpa recebe a educadora argentina Delia Lerner para mais uma edição da série Grandes Diálogos NOVA ESCOLA.

Serão abordadas questões relativas à aquisição da leitura e da escrita pelos pequenos. Você poderá participar deixando suas dúvidas e perguntas nos comentários do site da revista. Elas poderão ser respondidas ao vivo pelas especialistas.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Curso online e gratuito: A Escola no Combate ao Trabalho Infantil

A Escola no Combate ao Trabalho Infantil é um curso totalmente online e gratuito, voltado para educadores. Foi criado por especialistas em educação e em Direito da Criança e do Adolescente.

O curso tem como objetivo principal contribuir com a efetivação da Lei 11.525/07, que inclui no currículo do Ensino Fundamental conteúdos que tratam dos direitos das crianças e dos adolescentes e tem como diretriz o ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente.

O curso é dividido em seis módulos e os alunos aprovados receberão certificados. Alguns dos assuntos abordados são: 
  • aspectos históricos dos direitos da criança e do adolescente e suas relações com a exploração e aceitação do trabalho infantil; 
  • os princípios do ECA e dos direitos da criança e do adolescente; 
  • questões fundamentais sobre o trabalho infantil; 
  • ação do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente no combate ao trabalho infantil; 
  • a participação e o protagonismo infantojuvenil no combate ao trabalho infantil; 
  • projetos pedagógicos em ações relacionadas ao trabalho infantil. 
As inscrições já estão abertas desde o dia 26/05/2014 até o dia 28/07/2014.
Para fazer a inscrição acesse o link do Promenino ou acesse http://promenino.org.br/redepromenino/ecti/acesso